segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Escolas para surdos em Salvador


Em pesquisa feita através da internet, achamos os endereços e os contatos das escolas que atendem surdos em Salvador. Ligamos e fizemos perguntas acerca da modalidade da escola, se regular, inclusiva ou especial, língua utilizada para ministrar as aulas, filosofia que a escola segue, se é de caráter público, particular ou filantrópico.

 A AESOS- Associação Educacional Sons no Silêncio localiza-se no bairro do Imbuí. É uma entidade filantrópica por isso a matricula é gratuita, mas como funciona por meio de doações é proposto para os pais que contribuam de acordo com suas possibilidades.  A média de valor a ser contribuído é sugerido durante o processo de avaliação com a assistente social, que é uma  integrante da equipe desta instituição, composta por psicopedagogo, psicóloga, professores e profissionais administrativos. Uma particularidade deste tipo de instituição é a presença além da administração de uma escola  (diretor, vice, secretário, etc.) de um presidente e vice-presidente, que na escola AESOS atualmente é uma mulher.

É uma escola especial que só atende crianças com surdez, do 1º ao 9º ano, com possibilidade de educação em tempo integral. As aulas são ministradas em língua portuguesa e ocorrem na presença de um intérprete. O método avaliativo não é composto por provas formais. Existe próximo à AESOS uma escola para autistas (inclusive é um segmento com uma carência muito expressiva), a Escola Evolução. Para mais informações, os contatos da AESOS são: (71)3356-4567/ 3362-3442

A APADA - Associação de Pais e Amigos de Deficientes Auditivos é uma velha conhecida dentro de Salvador, é uma ONG (organização não-governamental) que se encontra no bairro do Rio Vermelho,  em uma transversal da rua principal, próximo ao largo da Mariquita. É uma Associação, por isso, para que se tenha acesso aos serviços oferecidos dentro da instituição é preciso que os pais – associação de pais - sejam sócios, esta associação é feita após uma avaliação – que nos parece uma triagem -,  feita pelas psicopedagogas, pedagogas, assistentes sociais, fonoaudiólogos e outros profissionais não especificados durante a conversa. É durante essa triagem que se estipula o valor da contribuição. Para quem não pode contribuir com dinheiro, presta serviços a APADA? Fica a dúvida.
É uma instituição que surge para possibilitar o atendimento clínico, por isso há diversos serviços deste caráter. O desenvolvimento da APADA lhe colocou a possibilidade de crescimento e esta passou a oferecer cursos diversos: LIBRAS (para surdos e ouvintes), ensino do português para surdos, profissionalizantes, dentre outros. Assim como uma escola especializada na educação surda, a Marisanda Dantas, que atende da educação infantil à 4ª série, utilizando a "filosofia surda", expressão utilizada por eles para designar a base de seus trabalhos. As aulas são ministradas em LIBRAS e consequentemente os conteúdos são por meio desta mesma língua, o que é primaz para a instituição. Durante os conteúdos da disciplina de português é oferecido o ensino da L2 em língua portuguesa, visto a funcionalidade da mesma na sociedade durante o processo de inclusão. As avaliações são nos moldes de escola regular, no entanto, dando conta das particularidades dos indivíduos que estudam ali, surdos. Por isso, apesar de utilizarem provas é mais comum as atividades acontecerem por meio de relatórios e portfólios.  Por conta dos outros serviços é possível que o surdo permaneça em tempo integral na APADA. Para mais informações, os telefones da APADA são: (71)3334-1468/ 3334-9492

Fugindo à “regra” da filantropia, a Escola Estadual Wilson Lins, é uma escola pública do Estado. Se localiza no bairro de Ondina, na rua do Zoológico de Salvador, sendo a última de um total de três instituições de atendimento ao público com deficiência – Instituto Pestalozzi, CEEBA e Escola Wilson Lins. É uma escola para surdos, com uma demanda importante de surdez associada a outras deficiências. Atende da 1ª a 4ª série e EJA -  por isso há o funcionamento no turno da noite , com as aulas ministradas em LIBRAS. Poucos são os professores que não têm esta segunda língua e/ou dificuldade com a mesma, nesses casos existe um intérprete que os auxilia. Utiliza a “pedagogia surda”, expressão utilizada por eles para designar a forma de atuação em sala de aula. É uma escola que oferece cursos no turno oposto, inclusive LIBRAS para os pais e o intérprete também ajuda nestas atividades. A Avaliação é processual, uma questão bastante enfatizada durante a conversa. Para ter acesso à escola, o surdo se matricula tal qual qualquer escola pública do estado, porém na efetivação da matrícula além do histórico escolar é preciso levar os exames auditivos, “anamnese”, diagnóstico, todo o relatório médico. A triagem, diferente das instituições anteriores, é restrita a uma avaliação pedagógica com a psicopedagoga e pedagoga. Outra questão tocada é acerca de encaminhamentos para outros serviços médicos, por conta da experiência na área, e o trabalho mais especializado a um público com surdez, muitas vezes associada a outras deficiências. Nesta escola,  os pais são orientados de acordo com o que vislumbram como necessidade, a procurarem determinados serviços de saúde. Para mais informações, o contato da Wilson Lins é: (71)3235-7217

CIEL- Centro Integrado de Educação e Lazer: é uma escola especial que atende sujeitos com diferentes deficiências, como a auditiva e a mental, pessoas com dificuldade de aprendizagem, Síndrome de Down, entre outras, além de ter também alunos que não apresentam deficiências. Todas as salas possuem um professor e acompanhante em LIBRAS, as avaliações são normais, como em qualquer outra escola, atende alunos do maternal a 8º série. A matrícula é feita mediante ida à escola e conversa com diretora ou coordenadora, estas vão informar sobre o processo da criança e não é necessário fazer nenhuma prova. É uma escola particular, localizada na avenida Jorge Amado, bairro do Imbuí. Telefone para contato: (71) 3231-9048

Espaço Via ponte é uma escola especial particular que atende a diversas deficiências. Hoje só atende a um aluno surdo, sem nenhuma particularidade que se debruce sobre a surdez. Restringiu-se a informar que não tem intérprete. Telefone para contato: (71) 3367-9236

CESBA- Centro de Surdos da Bahia ainda não tem escola, mas já há um projeto pra o futuro. Recomendam AESOS e APADA. Para mais informações, o telefone é: (71) 3243-0828




Um comentário:

  1. Na APADA nao ha atendimento clinico. Outro equivoco: o termo correto nao eh "filosofia surda" e sim "pedagogia surda". Trabalho na APADA e acredito que houve um erro de interpretacao quanto a essa troca. Qualquer duvida entre em contato conosco: www.apada-ba.org.br

    ResponderExcluir